fbpx Skip to main content

Reutilização e Lâmpadas Naturais, Aprenda a Fazer

O sector da construção civil em Portugal está em crise, no entanto, noutros países como o Brasil o sector da construção é responsável por cerca de 50% da lixo gerado no país. A reutilização de grande parte deste lixo é uma solução para este problema.

No Brasil a construção civil é hoje um dos sectores que mais danificam o ambiente e que produz metade do lixo gerado pelo país. A pensar em mudar esta situação, construtoras estão à procura de meios sustentáveis de economizar e investir nas chamadas “obras verdes”.

lampadas naturais

Em obras do empresário Reinaldo Dainez, tenta-se minimizar a produção de lixo ao máximo, optando pela reutilização sempre que possível, mesmo o entulho. Desde o excesso de cimento que é colocado numa maquina, triturado e reutilizado na própria construção, a madeira é usada várias vezes e nunca descartada. “Todas as madeiras são usadas, em média, 20 vezes, até chegarmos aos pedaços que não dá mais para usar na obra e levamos para olarias, para ser novamente utilizado”, conta Daniez.

Este sector alem da produção de metade do lixo produzido no país ainda é responsável pelo consumo de 75% dos recursos naturais. Para diminuir este impacto, no percurso das ultimas décadas, as construtoras começaram a desenvolver as chamadas obras verdes em que se pensa e aplica novas formas de reutilização do que seria de outra forma considerado lixo, praticas simples como o reaproveitamento de água e a reciclagem passaram a ser adotadas.

De acordo com o empresário estas obras ditas verdes diminuem em cerca de 30% o uso de recursos naturais em comparação com as obras convencionais e ainda despertam a consciência ambiental nas pessoas.

O empresário Luis Fernando Ramos comenta em como várias medidas foram adotadas com o intuito de preservar o meio ambiente e reduzir

nos gastos. Como por exemplo, deixaram de usar madeira na construção de pilares e vigas e foram substituídos por metal. A água da chuva é reaproveitada na obra e o entulho reciclado reaproveitado.

“Nós temos baias onde são reservados os resíduos e empresas de coleta vem e recolhem para reutiliza-los em outras atividades”, comenta Ramos. No setor administrativo, as luzes foram substituídas por garrafas pet com água e cloro, que equivalem a lâmpadas 60W. Além de economizar energia, a medida ajudou a consciencializar os funcionários.

 

Quer saber como fazer a sua lâmpada verde?

Para fazer a iluminação natural, basta encher a garrafa de água com uma mistura de 200 ml de cloro. A garrafa deve ser presa com algum tipo de cola ou resina que tenha resistência ao sol, chuva, frio, etc e a lâmpada funciona melhor se a tampa for encapada com fita preta ou escura. Esta lâmpada é equivalente a uma lâmpada de 60W.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!