Para reduzir o custo de energia governo já estuda meios alternativos

Para reduzir o custo de energia governo já estuda meios alternativos

O grande ministro de Minas e energia afirma que é possível que ocorra a saída e diversificar algumas fontes de energia. A hidrelétrica corresponde a 70% da geração de energia.

O governo esta estudando algumas alternativas para um baixo custo da energia no país.afinal o Brasil é o 6º país com a energia mais cara. De acordo com o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho. Durante o painel sobre os recursos energéticos do Encontro da Caixa 2017, ele afirmou que novos lances devem ocorrer ao decorrer do ano. Ele também afirmou que “Temos um custo que não dá mais para ser sustentado”

O miniostro Coelho Filho concorda que uma possibilidade de saída é reorganizar e, assim, diferenciar as fontes de energia a hidráulica, ele relembra mais uma vez, responde por 70% do fornecimento do Brasil e busca explorar opções como a eólica e a solar. Na região Nordeste, mostra ser imbatível na energia eólica.

Coelho Filho também esta trabalhando para melhorar a distribuição, incluindo o do excedente produzido pelas fontes renováveis, reduzindo vários custos. Nesse sentido, novos acordos estão marcados para este ano. O ministro ainda descartou o risco de falta de energia. E por fim ele garantiu que não temos risco de desabastecimento de energia até 2020.

Sustentabilidade

Gilberto Occhi, presidente da Caixa confirmou que o banco esta investe na produção de energia sustentável no país e diferencia a criação de linhas de crédito para energia limpa. Contudo ele fala que a Caixa tem buscado alternativas para o setor energético

O presidente ainda afirmou a importância do Construcard. Contribuir com a possibilidade de ter melhorias energéticas. A Caixa também incentiva o trabalho com o Construcard para reajustes no sistema hidráulico das residências, diminuindo o uso de água.

Uma boa alternativa para a diminuição do custo de energia é ter um bom controle com as pequenas e grandes empresas do país. E como podemos diminuir esses custos no mesmo? Essa discussão de redução do custo de energia elétrica está cada vez mais discutida. Por o país ter um verão muito quente, a utilização do ar condicionado aumenta. A apreensão com as luzes acesas dobra o custo da energia ficando cada vez mais escasso. Esse é um dos maiores problemas que a maioria das empresas, passam no decorrer do seu trabalho.

Dica para diminuir o custo de energia nas grandes e pequenas fabrica.

. Na hora de orgânica as instalações elétricas, é muito importante ter tomadas de uso específicos para equipamentos de alta potência. Como ar condicionados, máquinas de médio a grande porte são ajustada e dimensionadas para os equipamentos específicos.

Caso isso não aconteça levado em consideração na hora da instalação de alguns equipamentos, o aparelho além de não funcionar de forma correta, consome mais energia do que o normal. Então verifique se os equipamentos estão instalados de forma correta de acordo com a sua planta elétrica.

. Nas instalações elétricas, também tem que ser calculada a quantidade de carga em cada fase do seu imóvel. O equilíbrio entre elas é principal. Caso não ocorra isso, haverá um superaquecimento nos condutores, a duração dos aparelhos também  diminui e contudo aumentara mais o consumo de energia uma vez que esta passando mais um único condutor em uma corrente.

Vendo em vista tudo isso, devem ser feitas medições por profissionais habilitados para esses tipos de instalações e redistribuição dos equipamentos ate mesmo os de escritórios, entre os aparelhos eletrônicos e redução dos custos com energia elétrica.

 Veja os aparelhos que mais consume energia no Brasil

  • Computador: Não importa onde estive seja no escritório, ou em casa, a verdade é que muitas pessoas tem preguiça de desconectar o computador da tomada. Por isso o computador esta entre um dos aparelhos que mais cosome energia.
  • Videogame: Outro aparelho inocente é o videogame, o consumo de energia elétrica do mesmo é muito alto. Quando esta em funcionamento, ele pode consumir até 23W por hora e, quando está desliga mas continua na tomada ele puxa 1W por hora.
  • Micro-ondas: Mesmo sem está usando o micro-ondas, mas deixa ele conectado na tomada, Isso é o suficiente para que ele chegue a consumir mais de 3W por hora.

Com tudo a diminuição de custo de energia não ira apenas economizar o seu dinheiro, mas também ira reduzir o consumo de água. Uma ideia que ganhou força atualmente  é a utilizar de painéis solares, também tem a energia eólica que é gerada por ventos. Essas ideias estão ganhando destaque nos projetos de engenharia de baixa complexidade para economizar energia. Para que podemos ter a energia sustentável.