Energias Renováveis Ultrapassam Fósseis

Energias Renováveis Ultrapassam Fósseis

A corrida pelas energias renováveis e pelo desenvolvimento sustentável passou um ponto decisivo, o mundo está agora a adicionar todos os anos mais capacidade às energias renováveis do que ao carvão, gás natural e petróleo, podemos dizer que as Energias Renováveis Ultrapassam Fósseis. E não há como voltar atrás.

A mudança de tendência ocorreu em 2013 quando o mundo alcançou a impressionante capacidade de 143 gigawatts em energias renováveis comparado com os 141 gigawatts em novas centrais que queimam combustíveis fosseis para produzir energia. Esta mudança continua a acelerar e pelo ano de 2030 existirá quatro vezes mais capacidade em energias renováveis. A rede elétrica está a tornar-se mais limpa apesar da queda nos preços do petróleo e está a levar a uma mudança cada vez mais acentuada para produtos renováveis como forma de produzir energia sem continuar a causar mudanças climáticas no nosso planeta.

Energias Renováveis Ultrapassam Fósseis

O sol poderá ser a maior fonte de eletricidade em 2050, mais utilizada que os combustíveis fosseis, o vento, centrais hidrelétricas e nucleares, ultrapassando toda a concorrência existente. Os sistemas de produção de energia através de painéis solares podem vir a gerar 16% de toda a energia consumida no mundo em 2050 enquanto que as centrais que produzem energia através de sistemas solar térmicos podem adicionar mais 11%. Combinadas estas tecnologias podemos evitar mais de 6 biliões de toneladas de dióxido de carbono por ano em 2050. Estes valores representam mais do que todas as emissões de CO2 provenientes do setor de transportes em todo o mundo hoje.

A rápida diminuição do custo dos painéis solares e sistemas, alem da mudança na lei que atualmente permite produzir energia para auto-consumo abriu novas possibilidades e perspetivas na utilização de energia solar como principal fonte de energia.

Fechar Menu