Skip to main content

Dinamarca Produz 140% da Energia Necessária ao País

 

Andreas Klinke Johannsen
Andreas Klinke Johannsen

Ventos fortes permitiram à Dinamarca produzir energia em excesso através dos seus parques eólicos.

Alem de atender as necessidades do país, a Dinamarca aproveitou a oportunidade para exportar a sua produção excedente para países como a Noruega, Alemanha e Suécia. Foi num dia especialmente ventoso é certo mas ainda existe muito espaço para melhorar e aumentar os parques eólicos.

Na Noruega e na Alemanha parte da energia que receberam em horas de menor consumo foi armazenada em sistemas hidrelétricos para uso posterior.

Oliver Alegria, um porta-voz do corpo de comércio da Associação Europeia de Energia Eólica disse que “Isto mostra que um mundo movido a 100 por cento por energia renovável não é nenhuma fantasia”, “A energia eólica e das energias renováveis em geral pode ser a solução para a descarbonização do mundo e também para a segurança do abastecimento em momentos de maior consumo.”

Estes dados foram recolhidos do site do operador dinamarquês que fornece dados minuto a minuto acerca da rede de energias renováveis na rede eléctrica nacional. No site é visível que na altura de grande produção tiveram parques eólicos a operar a baixo da sua capacidade máxima.

Segundo o diretor comercial da consultoria Ecofys Energia, Kees van der Leun, ouve um grande crescimento nas instalações de parques eólicos, isso significa que a Dinamarca poderá estar a produzir mais de metade da sua energia bem antes da data limite de 2020.

O governo britânico de David Cameron anunciou a retirada dos apoios para parques eólicos já a partir do próximo ano e neste momento pode apenas visualizar com inveja os resultados da Dinamarca que tem dado um forte apoio na criação e desenvolvimento dos seus parques eólicos.

Com certeza que é obvio para os nossos leitores que o caminho certo é o caminho das energias renováveis, agora só falta os governos do mundo perceberem isso também e começarem a, no mínimo, permitir que o mercado desenvolva nestas áreas.

Não hesite em nos visitar na nossa pagina do Facebook e deixar a sua opinião.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!